16.11.11

A cor da romã


Me emocionei muito com uma exposicão em cartaz no MIS em São Paulo, colagens do ex-cineasta e grande poeta visual Sergei Paradjanov, que ficou encarcerado por 5 anos em celas soviéticas, e através de lixo catado na prisão, conseguiu realizar preciosas minúcias resgatando a sombra de seus ancestrais esquecidos. Uma chave para a obra de Sergei: " Seguimos o nosso sonho e o mistério está criado".

                                 
Parei em frente de uma tela, e achei que deveria mostrar esse recorte da magnífica expressão de um trova dor

 Trouver: achar



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Post

Jeans, cut it

Continuam na moda os jeans cada vez mais cortados e rasgados , são peças constantes nesse verão