6.9.14

Off Bienal 2014








Ainda sem previsão de ir embora e para saber muito sobre arte moderna, não percam  a bela exposição do Masp, Passeando Por Paris, que se refere à obra de Walter Benjamn: Paris capital do século XIX . Um panorama de arte moderna com artistas que viveram nessa época na cidade luz, como Matisse, Renoir e outros. 

Quem gosta de obras comestíveis como essas de  Song Dong e Douglas Coupland? Um bom programa para quem quer ver arte em São Paulo com apresentações de artistas consagrados . Ciclo, no CCBB. Work in progress. Até fim de outubro aqui , depois felizmente continua o percurso  em outras cidades.








  Setembro. Bienal chegou, grande expectativa em São Paulo. Muito está  acontecendo também off bienal, não percam . Tive o privilégio de conhecer  e conversar por quase duas horas com Julian Schnabel e Raquel Arnaud, que dia 5 abriu sua galeria com algumas obras do artista. Schnabel está sendo reverenciado até dezembro no MASP com grande retrospectiva de suas obras gigantes. 

Também fui conferir a galeria Mendes Wood que estreia algumas colagens e mapas de Anna Bella Geiger, artista carioca cuja obra amo de paixão, e que estará novamente em outubro na galeria com mostra mais ampla


pics heddyd




 Também na Mendes Wood, em noite providencialmente úmida e chuvosa, adorei ver Tunga e as esculturas da nova série FROM LA VOIE HUMIDE. Na rua da Consolação, 3358









 Fofo o Tunga, adora alquimia e magia, como o Woody Allen. Ama Beuys, e suas esculturas dessa fase são tão lúdicas e frescas como o orvalho, vejam a foto que tirei: pedras de enxofre, dedos, cristais. Cores rosa pétala e coral, assim como a roupa de Tunga  Um pouco de azul também nas obras, como para mostrar a poesia da esperança. De impacto. Como quando se vê algo de Louise  Bourgeois, tudo  bem aberto à indagações psicanalíticas. Tunga estará também fazendo performance na mostra MADE BY,  feita por 100 brasileiros, que inaugura na semana que vem  no antigo Hospital Matarazzo 





E no lindo espaço da Mendes Wood, conheçam também Paulo Nazareth, o andarilho das artes:                                 



 Na Mendes Wood percebi três públicos diferentes (nem tanto na faixa etária mas nas conversas:) e  tão parecidos nas diversas salas que fazem parte do novo galpão claro e iluminado: os fãs de Tunga, Anna Bella e Paulo fazem parte dessa diversidade de buscas estéticas e materiais novos (ou não:) de expressão. O encantamento é o mesmo, empolga pela curiosidade. Queridos amigos, bom passeio esse mês em exposições e galerias. Me contem/ Love, HD
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Post

Jeans, cut it

Continuam na moda os jeans cada vez mais cortados e rasgados , são peças constantes nesse verão