18.6.14

Colours are always a good idea

  


















   Quando se fala em criatividade em moda hoje, esqueçam as griffes femininas, apostem nas masculinas. A Burberry mais uma vez fez em Londres um vibrante e controverso desfile masculino (como havia feito no inverno 2013 o show batizado de Writers and Painters,  rendendo homenagem ao ator Alan Bennett, protótipo do oxfordiano amante de gravatas de poas, e também com referências a David Hockney, mestre do pop art e seus famosos óculos redondos:). Dessa vez teve a presença ao vivo do ótimo cantor, pianista e compositor Benjamin Clementine. Quem inspirou a coleção? as capas (de livros:) de Bruce Chatwin. Conhecem? (nem eu, até hoje, quando estou pesquisando sobre esse escritor, fotógrafo  e grande conhecedor das artes visuais que morreu de Aids, e adorava contar suas viagens em notebooks:)...mas as bolsas me deram um feeling bom, de graffiti, alguma coisa que Sprouse havia feito para Louis Vuitton...
Não é coincidência que a Burberry, tão tradicionalmente clássica, de repente esteja revendo os seus conceitos. Christopher Bailey é o estilista da Burberry, que está arredondando os cortes, superpondo os cardigans, propondo um estilo mais fresco em parkas de tecido cirê, revitalizando o denim. O blog da heddy ama trenchs com cintos nos homens, é sexy, é chic. Válido para nós, mulheres também, claro, será que dá para roubarmos esses looks, essas bolsas, esses chapéus, esses óculos, essa leveza, essas cores?







para saber mais sobre Bruce
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...