17.11.21

Black is back

   
Essa semana, celebridades estiveram no tapete vermelho confirmando a vitória do conceito little black dress, Lady Gaga de Armani exuberante é hors concours, não importa se o peito está com tudo em cima, a ousadia é sua marca registrada, e contrapõe com clássicos brincos Tiffany, não contente, abusa do batom vermelhão (observem que é a única nessa galeria, há um tom mais apagado de boca nas outras :) e franja platinada, make exagerada. Lady, que volta a raizes italianas em House Of Gucci revisita Anita Ekberg, Gina Lollobrigida, Anna Magnani e outras divas do imaginário Dolce Sexy Vita, só falta uma fonte dos desejos para refrescar a sensualidade oculta em dois anos de recato . Uma grande flor lateral desvia dos seios transparentes e remete a uma trend meio que assimétrica que domina por enquanto o cenário de retorno a um ombro só, um mood do qual não sou tão fã. A moda comprova que não há muito que inventar, é só querer interpretar com um certo mistério / Entre fendas e recortes, Vanessa Hudgens, Reese Witherspoon e Jane Levy que tem um perfil "mignon" apostam no cutout, aquele que mostra pele, procurando a medida certa, dosando o excesso que pode vulgarizar. Da minha parte, creio que o cutout na barriga já extrapolou 2021, não sei se resiste a 2022, porém as três atrizes garantem que valorizar os ombros é também uma opção, quem ousaria uma contradição. / Mais comportadas, as sorridentes Rita Ora e Jennifer Garner apostam ainda no tomara que caia , no caso de Rita disfarçado por uma renda aplicada, uma grande sacada. Serena Williams na real está feliz no não tão simples com uma mini preta e botas longas, e colar riviera dançante/ Nicole Richie ainda aposta nos babados pretos e brincos verdes, uma dupla manjada porém que tem dominado a noite das estrelas faz um bom tempo, as esmeraldas (junto com a acumulação de rivieras em pulsos e pescoços, variações de  logos como Tiffany, um ainda desejado símbolo de poder :)  / e no meu insta, Adele (com pretinho decô meio capa recatada nos ombros e shape sereia, Schiaparelli, um hello para um vintage, porém cuidado, tende a envelhecer  :) confirma que Amy Whinehouse deu a deixa, parodiando, black não é um loosing game. 


 

No comments:

Post a Comment