9.2.20

Spirit Awards

Em um ano onde o Oscar subestimou o poder das mulheres diretoras (como Greta Gerwig :) ou atrizes como Jennifer Lopez, o Spirit Awards celebrou a vitoria dos filmes chamados de independentes, premiando Lulu Wang por The Farewell, Olivia Wilde por The Booksmart, linda com vestido vaporoso e mangas transparentes, junto com seu elenco femininoMisturando azul pantone 2020, com branco tye dye,  Margaret Qualley , de Once Upon a time in Hollywood,  foi uma das mais elegantes. Renee Zellweger levou melhor atriz por Judy/ Mais um esnobado pelo Oscar, Adam Sandler venceu como melhor ator, por Uncut Gems, que também deu aos irmãos Safdie a recompensa de melhores diretores/ Aubrey Plaza de vermelho, foi uma host perfeita e sensível.  Idina Menzel prestigiou as mulheres de cor, Scarlett Johansson duplamente indicada ao Oscar, brilhou no cast de Marriage Story, que levou vários prêmios em diferentes categorias/ O Oscar é hoje, um filme de guerra , 1917 , pode ser a grande zebra. Uma coisa é certa, Parasite, Brad Pitt, Joaquin Phoenix, Renée Z, já ganharam por antecipação, mas, uma vez em Hollywood, tudo pode acontecer !  No meu instagram, também os looks de hosts como Rachel Brosnahan, America Ferrera, Joey King e outras atrizes prestigiando estilistas americanos, afinal, estamos em semana de moda em NY/ Tom Ford, mais uma vez, fez o maior burburinho,  fugiu de NY, levou celebridades para Los Angeles, city of stars, e elegeu as irmãs  Gigi e  Bella  Hadid como as representantes da transparência sexy em era de Disco Ball !

No comments:

Post a Comment