19.9.16

Grease Live




 Grease Live obteve 10  nomeações para o Emmy Awards 2016 e venceu como musical variedade/ Juliana Hough, Vanessa Hudgens e Aaron Veit  arrasaram em espetáculo
  WATCH TRAILER


 Foi em “Grease” que John Travolta  transmitiu todo seu prazer e know-how em cantar, dançar, interpretar e seduzir o(a) espectador(a), tudo ao mesmo tempo, aqui e agora. Eis um filme que não precisa de maiores apresentações: ele é sucesso desde sua estreia, foi uma febre global na virada dos anos 1970/80 e desde então volta e meia é (re)descoberto por admiradores cada vez mais jovens. É possível enumerar uma extensa lista que explique este culto e sucesso perenes: o talento, o inquestionável carisma e a forte química do casal protagonista, confirmando a estrela de Travolta e lançando ao mundo o nome da australiana Olivia Newton-John (que faria logo depois o criticado, mas cultuado “Xanadu”, com Gene Kelly); a Rizzo interpretada por Stockard Channing, então quase 20 anos mais velha que sua personagem; a trilha repleta de sucessos e canções já eternizadas; as pequenas participações de atores veteranos como, entre outros, Frankie Avalon e Joan Blondell; e a nostalgia dos anos 1950, intacta até hoje e presente aqui tanto em figurinos e penteados, como também nas excelentes coreografias da premiadíssima Patricia Birch, indicada várias vezes por trabalhos na Broadway, como a montagem original de “Grease”, em 1972.O filme foi indicado ao Oscar 1979 de melhor canção (“Hopelessly Devoted to You”, composta para o filme por John Farrar) . Texto do querido e sempre amado Christian Petermann, crítico de cinema





                                                                          WATCH VIDEO











Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Post

Baby Driver

Estreia mundial de Baby Driver, um filme com a melhor soundtrack do ano