27.2.15

Roth

uma de minhas fotos preferidas de Roth


Libertado- O Escritor e Seus Livros, lançamento da Compainha das Letras, traduz o livro da jornalista Claudia Roth Pierpoint (coincidência, ela se chama Roth também?:) , publicado em 2013 nos USA com o título UNBOUND, que fala de 30 ou 31 obras de Philip Roth , o desde sempre polêmico autor de O Complexo de Portnoy/  Lembro do documentário feito em 2013,  UNMASKED , mostrando que eu ainda não sabia tudo sobre esse genial pensador e seu modo característico de enfrentar a vida sem adoçante/ Irreverente e profundo, Roth reflete que  não gosta de ficar velho, e perder amigos seja talvez o mais difícil nisso tudo/
  Lembro também  que no festival de Cannes 2013, a diretora e também roteirista Valeria Bruni Todeschi  na apresentação de seu filme autobiográfico, Un Chateau en Italie, fez o seguinte apelo comovente: Philip Roth, não pare de escrever, sempre vou esperar pelo seu próximo romance!
 No documentário, Roth não comentou o seu anúncio afirmando que havia se retirado permanentemente do ofício de escritor, mas revelou que nenhum escritor pode se render aos sentimentos de vergonha sobre sexualidade ou morte/

Um filme com Al Pacino baseado em roteiro de Roth deverá vir para nossas telas em março, WATCH TRAILER/ de que fala? solidão, envelhecimento, sexo!  



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...