8.9.17

YSL por Gaspard Ulliel


elegância raramente ultrapassada por outro homem  

     Com a morte de Pierre Bergé companheiro de YSL por longos anos,  lembro do belíssimo filme Saint Laurent, o segundo filme sobre o grande estilista,  dessa vez com o protagonista Gaspard Ulliel Vejam link aqui e dirigido por Bertrand Bonello.  Conheci o diretor do outro filme YSL, Jalil Lespert, quando veio ao Brasil. Posso afirmar que os dois filmes se complementam ao nos dar cenas preciosas sobre o estilista, como detalhes de seu ateliê, de seu cachorro, de sua família, de seu amor pela arte. O filme de Bonello é bem autoral e criativo, e a trilha sonora me balançou tanto quanto o cenário e atuação de Gaspard, esplendoroso em seu jeito efeminado(e bem mais bonito do que o outro ator que interpretou o estilista, Pierre Niney, que talvez nesse ponto seja mais fiel ao verdadeiro.

  



Yves e Pierre Bergé, uma parceria eterna. Bergé nunca aprovou esse remake 
O filme foca na sua carreira no período entre 1965 e 1976, culminando com o ano de 1977, quando desenvolveu  a sua famosa coleção russa. Belíssimas as cenas que mostram as roupas sendo modeladas.


  a atriz Léa Seydoux talvez não seja fiel ao papel de Loulou de la Falaise, achei ela muito contida. Helmut Berger  e Dominique Sanda dão o tom  puro Visconti ao filme de Bonello. Jérémie Renier já esteve melhor no filme sobre Claude François, e Valeria Bruna Tedeschi em aparição curta como uma cliente rouba a cena de todas as atrizes do filme. Louis Garrel como Jacques, o amante, tem presença marcante, talvez até um pouco demais,  e claro, Pierre Berger não deve ter gostado, e com razão, as cenas de nu frontal são explícitas!

                                                                   


                  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...