15.12.13

O Quarteto é uma opéra prima




pics heddyd



 Retro blog da heddy, adorei  O Quarteto, não por abordar o envelhecimento (de forma melhor do que o Hotel de Marigold, por exemplo:) mas por ser uma aula de ópera e de sensibilidade que marcou a estréia de Dustin na direção aos 75 anos. Não haverá tema melhor escolhido do que esse do reencontro de dois divorciados em um abrigo de aposentados músicos na campanha inglesa, e é a fina ironia do humor inglês que permeia o filme em todas as cenas. Em díálogos brilhantes, discutiu-se a aproximação do rap com a ópera como discurso falado, a falta de conhecimento musical na juventude de hoje, o medo da aposentadoria, a falta de memória e a necessidade da amizade entre pessoas mais velhas.

Estava lendo uma entrevista na qual Dustin explica que nunca entendeu muito de ópera, mas ama psicanálise e  faz terapia toda a vida. Já fez um pacto com sua psicoterapeuta que ela terá que ir ao seu túmulo quando ele morrer, para continuar lá as sessões semanais. Hehehe:)



Dustin segue o lead de seus dois diretores favoritos americanos, Billy Wilder e Howard Hawks, que segundo ele, tinham o ritmo justo da comédia, gênero bastante difícil. A comédia tem que dizer a verdade de um jeito engraçado, já pensaram nisso?

O cantor de ópera ( penso em Woody Allen que analisou um deles em seu último filme:) é aquele que parece ter sido submetido à um bombardeio para soltar o vozeirão ...  Mas é principalmente aquele que tem que ganhar seu dinheiro, sacrificar a sua vida pessoal para cantar em turnês, lidar com a inveja do ramo, e treinar todos os dias.

Embalada pelo Rigoletto,  música da cena final que terá que ser cantada por um quarteto capenga e de bengala, chorei de emoção várias vezes no filme. Como nos filmes de Woody Allen sem Woody como ator, esse é um filme de Dustin Hoffman sem Dustin como ator.

Muitas vezes, ele se queixou que nos USA não há trabalho para atores mais velhos, diferentemente do que no cinema europeu
     
Não há como perder o melhor papel de Maggie Smith,  registrei esse olhar em uma cena na janela. Aqui, não é a tragédia do filme Amour, mas há uma expressão do esplendor de uma mulher que amo pela dignidade e talento, teria merecido o Oscar 




Amo cinema, psicanálise, ópera e música. O filme Quartet de Dustin é ópera prima para não se perder. É ouvir para crer. Um dos melhore filmes do ano.  Reassista. LOVE, HD
                                               

                                                                               TRAILER
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Post

Jeans, cut it

Continuam na moda os jeans cada vez mais cortados e rasgados , são peças constantes nesse verão