5.3.13

Life begins at 60, ok?




Amo Patrícia Cohen, a repórter do New York Times . IN OUR PRIME fala do middle age, não os 40s, mas os 60s. Patrícia explica que a expectativa da vida em 1900 era de 48 anos, quando as pessoas ainda aspiravam parecer mais velhas do que eram . Funny... No começo do século 20 os americanos entraram no culto à juventude . Razões? econômicas, culturais. No more aging faces, do you get me?

Em 1923, uma propaganda de comésticos dizia:  HOW OLD YOU LOOK IS MORE IMPORTANT THAN HOW OLD YOU ACTUALLY ARE. Clever, clever.
 Em meados do século 20 Eric Erikson (nice name:), incluiu um novo conceito do ciclo da vida: MIDDLE ADULTHOOD. A malaise de cuidar de adolescentes.

 Em 1970, Gail Sheehy fez um super sucesso com Passages, falando do desenvolvimento do adulto . Depois de 1980,  a neurociência, a biologia e a psicologia dividiram a vida em estágios mais precisos.

Patrícia é uma otimista : mesmo mais lentos aos 60  anos , ainda podemos ser sábios (consolo:). 
Questiona o uso da cirurgia plástica, já que acha que envelhecer não é uma doença que precise de cura. 

Boa essa, não????????????? Ainda + no Brasil, hehehhhe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Featured Post

Jeans, cut it

Continuam na moda os jeans cada vez mais cortados e rasgados , são peças constantes nesse verão