29.12.12

Moi et le cinéma



Fabrice Lucchini 
Amo Fabrice e adoro cinema. O cinema foi o pivô de meu livro Pas de Deux com o Analista. Aqui um ensaio predileto : CONFISSÕES ÍNTIMAS, que escrevi quando vi o filme Intimate Strangers, o link do trailer está mais abaixo
    
Uma porta que se abre, por ela entra uma mulher aflita. Ela "se enganou de porta". Procura um analista . Ela é interessante, esguia, acelerada. O homem diante dela é um consultor fiscal, de aspecto bondoso, tímido e engravatado. Está perplexo e confuso, afinal nunca deu consultas desse tipo. Mas ele se cala. O ambiente é escuro e aconchegante, e ela logo se instala. Tem um olhar triste e se queixa, afinal encontrou o "seu analista" . A mulher talvez saiba que se enganou, mas acaba gostando de seu erro, por medo de ser analisada por um verdadeiro psi. Ele, por pena e simpatia, prossegue no qüiprocó. A mais engraçada coincidência é ele ter um divã em sua sala, usado para pequenas siestas.
Percebo logo, antes que o digam no filme, que aí está uma bailarina. Percebo logo , pelas suas roupas, porte e pescoço. E no final do filme, eu já pressentia, ela ama o sol, vestidos vaporosos de babados e a vida na Provença. Ela está infeliz na relação com marido.O consultor por seu lado, acabou de perder uma namorada.
Duas pessoas solitárias, o consultor sonhador (que também gosta de dançar e colecionar brinquedos infantis), e a mulher mentirosa aparentemente misteriosa, começam a se analisar. Os papéis de analisando e analista se invertem. Ela olha fixamente, ele desvia o olhar. Ela gosta de fumar, ele de cozinhar. Estabeleceu-se aqui uma conexão com direito a final feliz/ 

 Assistam ao trailer no you tu be


Fabrice adora Freud
 e eu adoro psicanálise
 é ela que me norteia. 
Quis compartilhar isso hoje


 Love, love 

                           




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...